Search Icon
NetJets
June 2017

ESTIVEMOS À CONVERSA COM ROGER FEDERER, UMA FIGURA LENDÁRIA DO DESPORTO.

CLIENTE DANETJETS DESDE 2004, ROGER FALA-NOS DAS SUAS EXPERIÊNCIAS COM A NOSSA EMPRESA, DA CARREIRA ATÉ AO MOMENTO E DAQUELA FAMOSA PANCADA, O "SNEAKY ATTACK BY ROGER"...
Fale-nos da sua história com a NetJets. Já é Cliente de longa data...
Sou Cliente NetJets desde 2004. Tinha outros colegas tenistas que me diziam que devia aderir ao programa e tornar-me Cliente. Acho que foi das melhores decisões que tomei! Na realidade, acho que é um dos motivos da minha longevidade, de continuar a participar em torneios, pois facilita imenso as viagens hoje em dia. Sinto que poupo muitas energias que podem ser absolutamente cruciais na reta final da temporada, num jogo e talvez daqui a alguns anos. É deveras mais simples viajar com a NetJets. Fazer parte da família NetJets tem-se revelado uma excelente decisão, e têm-me prestado um serviço tão bom ao longo destes anos, que a NetJets faz sem dúvida parte da minha fórmula vencedora no Tour.

Porquê voar com a NetJets?
Penso que a NetJets se destaca pelo serviço, a fiabilidade e a segurança. Quando recordo um dos momentos mais importantes da minha carreira, reconheço que ser Cliente NetJets foi uma grande vantagem nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Tive de voar de Cincinnati para Pequim e regressar a Nova Iorque, e a ideia era realmente poupar energias, poupar tempo... e a NetJets estava completamente à minha disposição, estava lá para me ajudar. Fui a Pequim, ganhei a medalha de ouro, regressei a Nova Iorque, ganhei o Open dos Estados Unidos, e, nesse ano, foi a primeira vez que ganhei, por isso, foi realmente um período decisivo em que a NetJets fez parte dele. São muito fiáveis e prestam um excelente serviço e, de facto, adoramos voar com a NetJets.

Quais as principais vantagens que voar com a NetJets lhe oferece?
Acho que a vantagem de voar com a NetJets é o facto de ser realmente simples: para pedir um jato, é tudo muito fácil. Descolamos de um pequeno aeroporto e viajamos com toda a privacidade. Na cabine, estamos só com a família, os nossos amigos ou o nosso treinador, por isso até podemos fazer reuniões ou o que for preciso, com toda a privacidade. E vamos de um lugar para o outro de modo muito eficiente e super-rápido, poupando assim energias que poderão vir a ser muito importantes no court.

O funcionamento da NetJets é extremamente flexível. Como não sei se vou ganhar ou perder os torneios, as coisas podem mudar de um momento para o outro. Assim que acaba o “match point”, pode haver uma alteração de planos, e eu posso ligar à NetJets e perguntar-lhes se podem disponibilizar um voo nesse mesmo dia ou se posso ter um avião disponível no dia seguinte. Como tem uma frota enorme, é de facto muito fácil para a NetJets ser tão flexível.
Quote OpenA NetJets faz sem dúvida parte da minha fórmula vencedora no tourQuote Closed
Roger Federer
Que importância atribui à segurança?
A NetJets faz um trabalho extraordinário para nos manter em segurança. Especialmente agora que também tenho uma família, considero fundamental sentir-me confortável quando entro no avião. Mas sinto-me extremamente seguro, tomam todas as precauções... antes do voo, verificam as rotas e informam-nos se não for possível voar para determinados lugares por causa do nevoeiro ou se a pista for curta... por isso, estamos sempre completamente a par do que se está a passar. Comunicam bastante bem connosco, por isso, a segurança é excelente na NetJets, o que me agrada imenso.

Fale-nos da sua famosa pancada “Sneaky attack by Roger”. O que é, e como a utiliza?
Estou sempre à procura de novas maneiras de fazer com que o jogo continue a ser entusiasmante para mim e, claro, às vezes para os adeptos.

Mas essas coisas têm de funcionar e resultar bem. Então, nos treinos, por piada, comecei a atacar a bola mais perto da rede assim que os meus adversários serviam.O meu treinador disse-me: “Porque é que não experimentas isso?” Ele estava sempre a dizer-me para devolver o serviço mais cedo e que eu era demasiado tímido para subir muito no court. Então, uma vez, perguntei: “Tipo assim?” E exagerei completamente e acabei por fazer um meio-vólei ao serviço do meu adversário. E comecei a usar essa jogada, não só nos treinos, mas também nas partidas, e as pessoas reagiam tipo: “Oh, meu Deus, o que é isto?“. Então, chamámos-lhe o “Sneak attack by Roger”, ou seja, o SABR, o ataque sorrateiro do Roger. Mas pronto, acabei por usá-lo na final do Open dos Estados Unidos. Tenho-o utilizado praticamente em todos os países onde joguei e agora, de certo modo, as pessoas esperam que isso aconteça. É muito difícil de pôr em prática, porque acho que é um pouco uma falta de respeito pelo adversário, mas, ao mesmo tempo, é tão divertido! Quando se falha, é terrível, mas quando resulta, é fantástico. Por isso, é uma pressão, mas é bastante divertido, e os adeptos também parecem apreciar bastante.

Quem seria o seu parceiro ideal para jogar a pares?
Provavelmente, o John McEnroe ou o Stefan Edberg, porque eram ambos incríveis na rede, grandes campeões, grandes lutadores e também excelentes jogadores de pares. A meu ver, ambos foram os melhores do mundo, e eu nunca joguei a pares, por isso, podia aprender com eles.

Explore as possibilidades

Temos a solução certa para os seus requisitos específicos em matéria de viagens. Torne-se hoje mesmo Cliente NetJets!
Solicite informaçãoChevron Right Icon
Phone IconContacte-nosChevron Right Icon
Unselected
Unselected
Os dados pessoais serão tratados, armazenados e utilizados de acordo com os termos da nossa política de privacidade. Pessoais Ao enviar este formulário você consente com este processamento .
+44 (0)207 361 9764

Ligue hoje mesmo e solicite uma consulta personalizada com um dos nossos especialistas em avião privada.

Para questões relacionadas com oportunidades de emprego na NetJets, por favor contacte